De Marcelo Gonçalves, Jundiaí SP

Envelhecer é uma palavra que, definitivamente, não combina com o nosso vocabulário hoje em dia. Existe uma busca frenética por se manter jovem. A indústria de cosméticos e a novas técnicas de estéticas nunca faturaram tanto como em nosso tempo.

Vivemos em mundo em que existe a verdadeira “ditadura da beleza”, citando Augusto Jorge Cury. O que realmente importa é se manter jovem — é feio envelhecer. Por isso, todos, ou a maioria, estão buscando a famosa fórmula da juventude, mas não tem jeito — vamos envelhecer.

A verdadeira questão é como estamos envelhecendo, porque o verdadeiro ponto aqui é se manter jovem na velhice. Calebe, no alto de seus 85 anos, está agindo como se fosse um menino, cheio de vitalidade, disposição e planos (Js 14.6-15).

Quarenta e cinco anos antes, Moises havia prometido a Calebe a posse da terra de Hebron e, anos mais tarde, após a morte de Moises, quando eles estavam na terra prometida, Calebe diz a Josué que ele queria de qualquer forma possuir Hebron. Mas vejamos um pouco: ele já está com 85 anos. O que faz um ancião de 85 anos, na nossa sociedade, é se preparar para morrer, mas os homens da Bíblia, no alto de seus 85 anos, fazem planos de trabalho.

O que é intrigante neste texto é como ele se manteve tão disposto assim. Vejamos um pouco a vida de Calebe e sua verdadeira fonte da juventude.

Em primeiro lugar, Calebe se manteve jovem aos 85 anos porque teve muita perseverança.

Apesar de todas as dificuldades e problemas que Calebe enfrentava, ele sempre foi Perseverante (Js 14.8-9). Sabia que seria necessário perseverança para poder entrar na Terra Prometida, pois as dificuldades eram imensas: povos de grande estatura estavam lá, homens valentes se opunham a ele, mas ele não permitiu que tais dificuldade o atrapalhasse. Ele tinha a ciência que Deus era com ele.

Calebe nunca foi um homem de ânimo dobre. Sempre foi constante em seguir ao Senhor. Este é o segredo em se tornar um herói na fé: a perseverança.

Às vezes, permitimos que problemas menores nos roubem a confiança e constancia na fé em Deus. Estas são as diferença entre vitória e derrota; os fracos desistem os fortes perseveram. Para muitos, para ser jovem é preciso ser rebelde, diferente, esquisito, mas para Deus, ser jovem é preciso ser perseverante.

Em segundo lugar, para se manter jovem é preciso ter fé na promessa (Js 14.10).

Calebe confiava na promessa que o Senhor havia feito a Moises, de que Calebe conquistaria a cidade de Hebron, conforme a palavra de Deus. Esta atitude dele o manteve sempre ativo e atuante na fé em Deus. Mas observe que eles falavam de uma terra que anos mais tarde foi subjugada por povos estrangeiros e roubada dos israelitas. O que é digno de nota é a fé no cumprimento desta promessa ainda que fosse material.

Hoje em dia, temos a promessa de herdar a eternidade. Calebe tinha fé que herdaria esta terra, e a nós é feito a promessa que iremos herdar os céus, mas muitos ainda não demonstram esta convicção que Calebe tinha e não fazem nada em prol do cumprimento desta promessa.

Cabe-nos uma meditação aqui: Estou realmente crendo que vou herdar o céu? Eu me empolgo com esta possibilidade? Calebe era um homem muito empolgado; por isso herdaria a terra. Só vamos herdar a terra onde não há tristeza e nem dor, se mantivermos a confiança nesta promessa. Ser jovem não é usar produtos ou técnicas que retardem o envelhecimento, ser jovem é manter a disposição em crer nas promessas de Deus.

Em terceiro lugar, para se manter jovem é necessário ter disposição.

É muito empolgante ver a disposição de Calebe em ver o plano de Deus sendo cumprido. Ele estava disposto porque sentia prazer no que Deus sente prazer, quando seus filhos são perseverantes e confiantes. Aqueles que tem estas atitudes sempre estarão dispostos a fazer a vontade de Deus.

A fase da juventude é marcada pela disposição em fazer as coisas, em fazer planos, em estar o tempo todo atuante. Como está nossa vida ? Estamos dispostos a fazer o plano de Deus? Em torná-lo real? Temos planos? Quais são eles? Damos desculpas,ou nos apresentamos pra trabalhar?

Calebe se apresentou pra fazer a vontade de Deus. É por isso que ele é um dos grandes heróis da fé, porque era alguém disposto.

Na nossa sociedade fazemos planos: trabalhar até os 50 ou 60 anos, e depois se aposentar, ou seja, não fazer mais nada produtivo. O plano do homem e mulher de Deus é, quando chegar a velhice e a maturidade, usá-la em prol do Reino de Deus. Qual era o plano de aposentadoria de Calebe? Conquistar Hebron. Qual é nosso plano?

A verdadeira chave para uma vida jovem é se manter atuante no serviço do Reino, pois isso revigora a alma. É preciso perseverança, fé nas promessas de Deus e muita disposição. Só assim iremos nos manter jovens. Com diz a canção: “Forever young, I wanna be forever young” — “pra sempre jovem. eu quero ser pra sempre jovem”, isto é, possível. basta agir como Calebe e assim teremos um vida belamente jovem.