Um comentário complementando a meditação de hoje, no site DEUS Conosco, meditação esta baseada em Atos 8.17-18, sobre a imposição das mãos dos apóstolos.

Entende-se que em Atos 2.38 o dom do Espírito Santo é o próprio Espírito dado como dádiva de Deus, como resultado da imersão na água do arrependido.

A tradução da NTLH tamém entende assim, embora deixando fora o conceito de dom: “ Pedro respondeu: — Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo para que os seus pecados sejam perdoados, e vocês receberão de Deus o Espírito Santo.”

Gramaticalmente, podia-se entender a frase: “dom do Espírito Santo”, como dom que o Espírito dá ou dom que é o Espírito. Mas pelo contexto parece melhor entender no último sentido, pois é uma promessa a todos, com a condição do arrependimento e imersão. A ênfase, que NTLH perde, é que Deus dá seu Espírito como dádiva ao homem, o que o ser humano nunca podia adquirir por si próprio.

Grande número de estudiosos, se queremos fazer a conta, concorda com esta posição, inclusive a Bíblia de Estudo NVI e a NET Bible. Citamos estes apenas para notar que esta opção não nos é exclusiva.

De outra forma, haveria discordância com o texto de Atos 8.16 que afirma que nenhum dos samaritanos tinha recebido o Espírito Santo após a imersão. Se a promessa de Deus não falha, eles receberam o Espírito para a habitação dentro deles, mas não tinham recebido os dons miraculosos ainda, o que aconteceu somente após a chegada de Pedro e João, os primeiros apóstolos a chegar na cidade.