Projeto Alcance

Sempre Jesus

doutrina, ensino

Eventos e palestrantes: Confie, mas verifique

Recebemos, recentemente, um email sobre um evento da irmandade e um pedido de divulgá-lo entre os irmãos da congregação. Pareceu bem organizado, bem interessante.

Respondemos pedindo maiores informações sobre os palestrantes.

Pois, hoje em dia, não se pode presumir que ouvirá a verdade do evangelho da parte de qualquer palestrante. Já passou o dia em que se ensinava o mesmo evangelho em todas as congregações no Brasil.

É necessário hoje saber quem está falando, porque até irmãos fiéis estão convidando para palestrar nos eventos falsos mestres entre nós e até quem é de fora.

Ronald Reagan era presidente dos EUA nos anos 80. Ele usava uma frase sobre a extinta União Soviética, a respeito dos tratados que propunha aos líderes comunistas: “Confie, mas verifique” (trust, but verify).

É bom conselho quando se trata de eventos espirituais e de palestrantes, antes de convidá-los, para saber o que ensinam no dia-a-dia.

Pois nem todos são compromissados com o Novo Testamento como o padrão de fé e prática nos assuntos religiosos. Nem todos entre nós são da verdade.

6 Comments

  1. Concordo plenamente, infelizmente…não estamos tendo o mesmo parecer.
    A Palavra mudou? Não.
    Então não estamos todos atentando as suas verdades, vamos orar para a Unidade do Corpo de Cristo, que só é possível através de sua Palavra, o Evangelho de Cristo.
    Em Cristo.
    Cleonice.

  2. Sergio "Shebas" Nascimento

    Faz todo o sentido, afinal fomos direcionados a provar até a “anjos de luz”.
    Sem ser por demais metodológicos, temos alguma forma de testar/provar sem acompanhar o dia a dia dos convidados?
    Abraços
    Sergio, o Shebas

    • Parece-me, Shebas, que uma pequena e clara série de perguntas deve esclarecer, na maioria das vezes, a posição de palestrantes, a respeito da natureza da igreja, a papel das mulheres, o instrumento na adoração, o NT como padrão de fé, os passos necessários para a salvacão — isto é, as questões que estão sendo postas em dúvida entre nós. Pois ensinamentos tão básicos como a salvação estão mudando, a ponto de acolher quem é de fora como se fosse irmão. Não são assuntos difíceis, não. O problema é que não existe nada de “provar os espíritos”.

  3. “Examinai-vos a vós mesmos se realmente estais na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não reconheceis que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados” (2 Co 13:5).

    O problema de alguns é que não examinam a si mesmos para verificar se estão de fato na fé, ou seja, no caminho, na verdade e na vida que é Jesus Cristo (cf. Jo 14.6). E o problema aumenta quando estes que não provam a si mesmos são requisitados para os eventos da igreja por aqueles que não verificam como eles tem andando.

    O que é mais importante (ou o que realmente importa): ser aprovado por Deus ou pelos homens?

    Não só devemos provar a nós mesmos, mas também precisamos e devemos “provar” (verificar) se aqueles que supostamente vão ensinar ou pregar provam a si mesmos se estão na fé. Como saber? O que ensinam; o que pregam; com quem andam; quem ou o que os mantêm; a quem estão ligados ou precisam dar conta de seu serviço; como andam e procedem em suas congregações; etc.

    “Assim digo para que ninguém vos engane com raciocínios falazes. Pois, embora ausente quanto ao corpo, contudo, em espírito, estou convosco, alegrando-me e ‘verificando’ a vossa boa ordem e a firmeza da vossa fé em Cristo. Ora, como recebestes Cristo Jesus, o Senhor, assim andai nele, nele radicados, e edificados, e confirmados na fé, tal como fostes instruídos, crescendo em ações de graças. Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas, conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo; porquanto, nele, habita, corporalmente, toda a plenitude da Divindade” (Cl 2.4-9)

  4. Sergio "Shebas" Nascimento

    Prezados,

    Para não parecer que não gostei ou não concordo, tão somente estou meditando!

    Obrigado pelo carinho e atenção

    Sergio, o Shebas

  5. Irmãos, somos uma congregação totalmente bíblica e gostaríamos de convidá-los para estar conosco seguindo o twitter da Igreja de Cristo em Carlos Prates:

    http://twitter.com/igdecristo

Qual a sua ideia?

Theme by Anders Norén

%d blogueiros gostam disto: